O Cigarro e a Empresa

Você sabia que...

 

Existem mais de 40 milhões de fumantes no Brasil.
Muitos trabalham em sua empresa


Os fumantes de sua empresa poderão alegar insalubridade no local de trabalho, conforme CLT arts. 189/192 e enunciados do TST, conseguindo indenizações até mesmo por responsabilidade civil.

 


 

O dependente do cigarro perde 45 minutos por dia x 22 dias úteis = 25 dias/ano para fumar.


Em países como o EUA, sindicatos e trabalhadores que adquiriram doenças pulmonares, como fumantes passivos, estão exigindo indenização de empresas que não estabeleceram programas anti-tabagismo.

 

O FUMO É PREJUDICIAL A $AÚDE FINANCEIRA DA SUA EMPRESA.

A ADESF   procura conscientizar os fumante dos males que estão causando a si mesmos e também à sua família e colegas de trabalho. Este trabalho é feito em palestras e encontros organizados periodicamente nas empresas associadas, inclusive na SIPAT anual obrigatório. A ADESF  fornece ao associado-empresa vídeos de orientação graciosamente.

Para a ADESF, todo fumante é vítima da propaganda enganosa das empresas fabricantes de cigarros, que devem assumir esta responsabilidade. A entidade move ação contra esses fabricantes, exigindo indenização para fumantes e ex-fumantes. Os associados da ADESF   tornam-se automaticamente signatários dessa ação, benificiando-se de eventual vitória na Justiça, inclusive, os empregados de sua empresa.

A ADESF não recebe ajuda oficial e depende exclusivamente da contribuição de associados e simpatizantes. Ajude-nos a combater este mal incidioso que mata mais de 100.000 trabalhadores por ano. Seja você também um associado.

Para se associar a ADESF   basta entrar em contato por e-mail ou telefone. A empresa associada pode solicitar imediatamente o apoio para organizar campanhas anti-tabágicas. IMPORTANTE: Sua empresa poderá deduzir a contribuição feita à ADESF   como despesa, portanto, sua empresa nada gastará e, ainda, será beneficiada.

PARTICIPE DA ADESF.