A S S O C I A Ç Ã O   D E   D E F E S A   D A   S A Ú D E   D O   F U M A N T E       Tornar página inicial     Adicionar a Favoritos

Fundada em Fevereiro de 1995
Declarada de Utilidade Pública Municipal

 Inicial         Contato        Filie-se

 

   

Artigos

100 Anos do Prof. José Rosemberg (in memoriam)

Professor Doutor José Rosemberg
19.09.1907 – 2005

O Presidente de Honra da ADESF – Prof. Dr. José Rosemberg – comemoraria nos próximo dia 19 de setembro, 100 anos! Ao ensejo, a homenagem da ADESF divulgando excertos do discurso proferido pelo insigne Prof. Dr. Mário Rigatto para saudar os 90 anos do Prof. Rosemberg. Quem planta árvores cria raízes e quem cultiva amigos também! Mário Albanese.

José Rosemberg, mentor e amigo, tutelou, com sua cultura e inigualável saber, minha participação na luta antifumo. Inicialmente como responsável pelo setor de "Empresas & Trabalhadores", do Comitê Coordenador do Controle do Tabagismo no Brasil, que o insigne professor sempre presidiu. Seguiram-se como conseqüência natural a participação na CETAB – Comissão Estadual de Tabagismo e finalmente com a criação da ADESF – Associação de Defesa da Saúde do Fumante, da qual foi e é seu Presidente de Honra. Juntos organizamos dois Congressos Brasileiros de Tabagismo no Ambiente de Trabalho em 97 e 98. E, com particular orgulho, fui o responsável pela proposição, aceita pelo então vereador Arnaldo Madeira, de outorgar o Título de Cidadão Paulistano e Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo, pelos relevantes serviços prestados à cidade. Rosemberg esteve presente nos principais acontecimentos que marcaram minha vida, valorizando, com sua participação tudo que fiz. Sua última aparição pública foi no evento realizado na Faculdade de Saúde Pública no dia 17 de maio de 2005, "A Saúde Pública Contra o Tabaco". Significativos nomes da luta antifumo como o Prof. Dr. Aristides Almeida Rocha, Dr. Antonio Pedro Mirra, Dr. Luiz Carlos Mônaco, Dr. Silvio Tonietto, Dra. Luizemir Lago, Dr. José Sica, Dra. Paula Johns, Profª Leila Maria Costa, Dr. Mário Natal, entre outros, assistiram ao Prof. Rosemberg esbanjando conhecimento para regozijo e admiração de todos os presentes.

"Quando menino-moço fiz três pedidos a Deus":

Mário Rigatto – "Senhor, gostaria de receber como dádiva uma personalidade que fizesse de mim um filho amante de sua pátria, solidário com seus irmãos e disposto a se engajar em todos os combates que possam levar felicidade a sua gente."

Deus – "Pedido nobre, mas com tais dimensões e plenitude, não tenho mais como concede-lo. A última destas graças disponível neste século foi concedida a um menino nascido em Londres , radicado e criado no Brasil, chamado José Rosemberg."

Mário Rigatto – "Senhor, já que o meu primeiro pedido não pode ser atendido, rogo que na minha vida eu possa ser médico, conhecedor profundo da estrutura e da beleza do ser humano, que na medicina possa enfrentar e vencer as grandes epidemias e os permanentes ataques à saúde comunitária".

Deus - "Sinto muito. É o seu segundo pedido e mais uma vez, um pedido nobre. A roupagem de médico, com esta grandeza de visão social e esta coragem de propósitos, eu a outorguei a um menino nascido em Londres e brasileiro de coração, chamado José Rosemberg".

Mário Rigatto – "Senhor. Até agora não fui merecedor de sua graça nos pedidos que fiz, peço-lhe então que ao longo de minha vida eu possa ser uma pessoa agradável de trato, com amor pela cultura em todos os seus aspectos, uma pessoa capaz de conversar em qualquer roda sobre temas como literatura, música, bailado, pintura e até gastronomia".

Deus – "Lamento mas este conjunto de atributos, com tão harmoniosa distribuição em termos sociais, já foi concedido a um menino nascido em Londres, mas brasileiro por adoção e alma, chamado José Rosemberg".

Mário Rigatto – "Senhor, já que meus pedidos não puderam ser atendidos, uma vez que um irmão, certamente bem dotado e chamado José Rosemberg, os fez por merecer, quero pedir, como última alternativa, que o Senhor me conceda a graça de vir a ser um grande e querido amigo de José Rosemberg".

Deus – "Pedido concedido".

Com particular consideração,

Mário Albanese
www.adesf.org.br
albanese@adesf.org.br

 

© Copyright 2008 - ADESF - Melhor visualizado em 1024x768 pixels - Desenvolvido por Ivan de Castro